zaciss

Num novo momento...

Textos

Amanhece o dia,
não vejo o horizonte,
nenhuma luz atrás do monte,
nem no tunel encolhido
entre as rochas da ilusão.
A noite escondeu-se,
sem emoção,
sem a esperança propagada.
Segue o engodo espalhado.
A cegueira acena para a multidão.
A única luzinha
vem do vagalume,
meu vizinho,
que risca os ares,
sem saber do acontecido.
As aves dão o tom
na sinfonia agoniada
para a dança dos pirilampos
à  espera dos novos amores!
Que seja um curto tempo.
Um tempo de advento!




 
zaciss
Enviado por zaciss em 18/01/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras